Conforme Matriz Produtiva dos Biodigestores2definido durante reuniões do Grupo de Trabalho da Matriz Produtiva dos Biodigestores, e com o apoio da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, neste mês de outubro iniciam as audiências públicas no interior do Estado para debater a tecnologia.

A coordenadora do GT da Matriz Produtiva dos Biodigestores, deputada estadual Zilá Breitenbach, confirma que a primeira audiência púbica acontece em Santa Rosa na sexta-feira de 20 de outubro, ás 14 horas, na Câmara de Vereadores de Santa Rosa.

Todos que participam do debate concordam que para ter êxito os biodigestores devem ser conhecidos pelos produtores rurais e estes acreditar que é uma tecnologia lucrativa.

“Para que tudo isto aconteça precisamos mobilizar os produtores rurais e entidades ligadas à área para que estejam presente nas audiências públicas, paralelamente a isto o GT segue reunindo-se formatando programas que vão ao encontro do que nosso agricultor precisa para ter acesso aos biodigestores: crédito para investir, conhecimento sobre o funcionamento da tecnologia, saber para quem poderá vender o que produzir de energia excedente, ou biofertilizante.  Para isto que este grupo foi criado e está motivado trabalhando”, explica a deputada Zilá.

 

REUNIÃO NO BRDE

Nesta segunda-feira (02) a deputada Zilá esteve no BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), reunida com o diretor Luiz Noronha, Eduardo Grijó, Inês Eggers Grijó e Inês Eggers, além dos membros do Grupo de Trabalho da Matriz Produtiva dos Biodigestores, professores: Fauzi Shubeita (SETREM) e Adalberto Lovato (FAHOR), para tratar de encaminhamentos relativos ao prosseguimento do projeto e informar a data da primeira audiência pública.

Leave a Reply

Spam Protection by WP-SpamFree

Receba nossas notícias
Carregando...Carregando...


Categorias
Publicações