Conforme Matriz Produtiva dos Biodigestores2definido durante reuniões do Grupo de Trabalho da Matriz Produtiva dos Biodigestores, e com o apoio da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, neste mês de outubro iniciam as audiências públicas no interior do Estado para debater a tecnologia.

A coordenadora do GT da Matriz Produtiva dos Biodigestores, deputada estadual Zilá Breitenbach, confirma que a primeira audiência púbica acontece em Santa Rosa na sexta-feira de 20 de outubro, ás 14 horas, no Auditório da Associação Comercial e Industrial do município.

Todos que participam do debate concordam que para ter êxito os biodigestores devem ser conhecidos pelos produtores rurais e estes acreditar que é uma tecnologia lucrativa.

“Para que tudo isto aconteça precisamos mobilizar os produtores rurais e entidades ligadas à área para que estejam presente nas audiências públicas, paralelamente a isto o GT segue reunindo-se formatando programas que vão ao encontro do que nosso agricultor precisa para ter acesso aos biodigestores: crédito para investir, conhecimento sobre o funcionamento da tecnologia, saber para quem poderá vender o que produzir de energia excedente, ou biofertilizante.  Para isto que este grupo foi criado e está motivado trabalhando”, explica a deputada Zilá.

 

REUNIÃO NO BRDE

Nesta segunda-feira (02) a deputada Zilá esteve no BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), reunida com o diretor Luiz Noronha, Eduardo Grijó, Inês Eggers Grijó e Inês Eggers, além dos membros do Grupo de Trabalho da Matriz Produtiva dos Biodigestores, professores: Fauzi Shubeita (SETREM) e Adalberto Lovato (FAHOR), para tratar de encaminhamentos relativos ao prosseguimento do projeto e informar a data da primeira audiência pública.

Leave a Reply

Spam Protection by WP-SpamFree

Receba nossas notícias
Carregando...Carregando...


Categorias
Publicações