GT-Biodigestores_reuniao_tecnopuc_07-07-2017O Grupo de Trabalho a Matriz Produtiva dos Biodigestores, esteve reunido esta semana, na quinta-feira e sexta-feira (06 e 07 de julho) para dar continuidade aos trabalhos e formatar um projeto que possa ser executado para disseminação do uso na tecnologia no estado, envolvendo: poder público, setor privado, universidades, cooperativas, produtores rurais e instituições financeiras.

As reuniões aconteceram no auditório do IPR – Instituto de Petróleo e Recursos Naturais, na Tecnopuc – PUC/RS, em Porto Alegre. Conforme a deputada Zilá Breitenbach, idealizadora da proposta, o grupo aposta na sustentabilidade para aumentar lucros sem agredir o meio ambiente.

Após instigar o debate sobre os biodigestores em audiência pública realizada no mês de abril deste ano na Assembleia Legislativa do RS, Zilá com o apoio das entidades montou um grupo de trabalho que agora projeta como alcançar os objetivos propostos.DSC_0123

Para isto a deputada conta com o apoio do BRDE, através de seu diretor Luiz Noronha, na formatação do projeto. Além do banco fazem parte do grupo de trabalho representantes da: Secretaria Estadual de Agricultura; Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico; Secretaria Estadual de Minas e Energia; OCERGS; Cooperativa Languiru; Sicredi; Badesul; SETREM; PUC; FAHOR; UNIVATES; URI/Frederico Westphalen; Associação Brasileira de Biogás e Metano; Câmara Brasil/Alemanha; e Ministério da Agricultura.

Engajados e entusiasmados com a proposta, os integrantes do grupo trabalharam nestes dois dias agregando conhecimento e também experiências já vivenciadas, para que o projeto almejado seja exequível e não fique apenas no papel.

DSC_0094O biodigestor é um equipamento que utiliza dejetos/resíduos na produção de biogás, ou biofertilizante. “Dar destino correto as resíduos do meio rural sempre foi um problema para os produtores, e com esta tecnologia eles podem além de dar um destino correto contribuindo para a preservação do meio ambiente, agregar renda. Vale lembrar que a geração de energia que é possível com esta tecnologia acaba por ser uma alternativa para um problema enfrentado há tempos no meio rural”, explica a deputada Zilá.

A parlamentar esteve na quinta em contato com sua equipe, o diretor do BRDE e o colaborador Niro Afonso Pieper acompanhando o desdobrar dos debates, sendo que participou ativamente da reunião nesta sexta-feira interagindo com o grupo, uma vez que quinta-feira ficou na ALRS onde acontecia sessão plenária extraordinária.

Noronha enfatizou que as reuniões estão sendo muito produtivas, uma vez que o grupo está coeso e conseguindo de forma coletiva traçar metas exequíveis.

Leave a Reply

Spam Protection by WP-SpamFree

Receba nossas notícias
Carregando...Carregando...


Categorias
Publicações