Deputada Zilá participa de audiência em Candelária sobre a estiagem e o abastecimento de água

1 mês atrás
57 Views

A preocupação com a estiagem e a falta de água para consumo, principalmente, no interior de Candelária, foi tema de audiência pública realizada nesta manhã sexta-feira (5), na Câmara de Vereadores do município. A presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do RS, deputada Zilá Breitenbach (PSDB) participou do debate que foi proposto pela vereadora Cristina Rohde (PSDB), presidente da Comissão Municipal de Agricultura e Pecuária.

O evento aconteceu de forma hibrida, com a transmissão ao vivo pela internet, e a participação presencial de representantes de entidades e comunidade em geral, que apresentaram as dificuldades encontradas após a estiagem, tanto para a economia afetando as plantações locais, quanto para consumo próprio, e solicitaram medidas efetivas e não apenas paliativas.

Entre as sugestões apresentada está a criação de convênios para a perfuração de mais poços artesianos nas comunidades do interior, medidas de proteção ao meio ambiente dando atenção para as matas ciliares.

Zilá, apresentou um resumo das ações feitas pela Assembleia Legislativa Gaúcha e Governo do RS e que garantiram recursos nas medidas de enfrentamento e combate a Estiagem em 2020 e reforçou o compromisso com a comunidade candelariense para dar encaminhamento aos projetos propostos e que possam auxiliar a minimizar a falta de abastecimento de água no município.

A audiência foi conduzida pela proponente, vereadora Cristina e o presidente da Câmara de Vereadores, Celso Gehres (Progressistas). A deputada Kelly Moraes (PTB) também participou da reunião.

EMENDAS

Os vereadores estão empenhados em buscar soluções para amenizar os problemas de falta de água, que mesmo com a chuva dessa semana, não foram amenizados. No final do mês de janeiro, eles estiveram em reunião com representantes da prefeitura para entender melhor o processo administrativo das emendas impositivas, que os mesmos podem destinar no ano de 2021.

 

Há um consenso que parte dos valores disponíveis seja destinada a secretaria de Agricultura, Meio Ambiente e Pesca, para ser aplicado em melhorias e ampliação de redes de água no interior. Por lei, cada vereador pode indicar até R$ 83.718,00, sendo que 50% do valor dever ser destinado para a Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *