Zilá destaca avanços da Lei Maria da Penha e defende projeto de sua autoria que oferece amparo a mulheres

2 semanas atrás
51 Views

Os 13 anos de existência da Lei Maria da Penha, comemorados nesta quarta-feira (7), foram destacados pela vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputada Zilá Breitenbach (PSDB), durante sessão plenária. A parlamentar tucana disse que o poder público deve valorizar a lei estabelecendo políticas de amparo à mulher e apoio às famílias. Zilá é autora da lei estadual que estabeleceu 7 de agosto como dia de conscientização sobre a Lei Maria da Penha no Estado. 

Para Zilá, as instituições devem se preocupar com a família e com a educação dos jovens. A deputada ressaltou que, apesar do reconhecimento da Maria da Penha, o número de feminicídios têm crescido. “Mesmo quando diminui o número de ocorrências, aumenta o número de prisões. Isso prova que estamos prendendo mais e educando menos”, enfatizou.

Zilá é autora do Projeto de Lei 305/2019, que oferece amparo, por parte do poder público, às mulheres vítimas de violência doméstica, com apoio psicossocial e até capacitação e encaminhamento ao mercado de trabalho. “Esse apoio será mais efetivo se houver perspectiva e consciência da vítima em querer sair do círculo de violência por sua própria força”, explicou.

Texto: Luís Gustavo Machado (Jornalista MTE 15280)

Fotos: Márcio Possamai

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *