Zilá apoia instalação de Universidade Federal da Fronteira Sul em Espumoso

4 anos atrás
36 Views

Com o objetivo de mobilizar as autoridades e comunidade escolar foi realizada na manhã de sexta-feira (12) em frente à Prefeitura Municipal de Espumoso, no Largo dos Direitos Humanos Atílio Coletti, audiência pública regional para Implantação de um Campus da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) no município.

O evento, que contou com apresentações culturais, culminou com a entrega do projeto elaborado pelas autoridades locais e regionais e que traz informações quantitativas sobre a população estudantil da região e a necessidade de cursos que atendam as demandas de mercado destes municípios.

A deputada estadual Zilá Breitenbach (PSDB), que é professora  e membro titular da Comissão de Educação da Assembléia Legislativa, está acompanhando a mobilização e apoiando a comunidade espumosense. “Acredito na educação como instrumento de transformação social. Por este motivo apoio que a região tenha uma universidade federal com cursos que atendam a realidade e as necessidades da região. Assim, agregando conhecimento será possível desenvolver ainda mais estes municípios e consequentemente gerar uma melhor qualidade de vida para comunidade”

Em julho o projeto foi apresentado em Chapeço-SC, então o MEC (Ministério da Educação) decidiu realizar audiências públicas nos três municípios que disputam a instalação do campus da UFFS, para que possam ser visualizado o interesse e a mobilização local e regional.

Além de Espumoso, Ijuí e Lagoa Vermelha também disputam a instalçao do campus. O Conselho Universitário da UFFS, formado por 40 entidades, é o órgão responsável pela decisão de qual cidade irá receber um campus no ano de 2015. O nome do mesmo deve ser definido até fevereiro do próximo ano.

O projeto espumosense foi coordenado e elaborado pelo vice-prefeito e secretário de Planejamento, Roberto Ioop, sendo que a secretária da Educação, Maria da Graça Ortiz, colaborou. No documento constam os interesses das regiões do Alto da Serra do Botucaraí e Alto Jacuí. Segundo Iopp Espumoso está
estrategicamente bem situado, no meio de duas regiões. “O Alto Jacuí abrange mais de 21 municípios, com mais de 200 mil habitantes, e estamos na entrada do Alto da Serra do Botucaraí, que compreende 105 mil habitantes. Então, em um raio de 60Km, abrangemos mais de 20 cidades, que totalizam mais de 300 mil habitantes. É importante ver este potencial”, pondera.

Além do apoio das Associações de Municípios do Alto da Serra do Botucaraí e Alto Jacuí (AMAJA e AMASBI), o projeto tem o apoio de lideranças regionais, parlamentares estaduais e federais, empresas, cooperativas, entidades estaduais e municipais e comunidade escolar.

O projeto elaborado em Espumoso prevê a instalação de cursos no setor metal mecânico, agrícola, e educação. Além disto, contem um planejamento estrutural com o compromisso do município no atendimento quanto a logística necessária que envolve a implantação de um campus.

Na próxima terça-feira (16) o coordenador do projeto, Roberto Iopp, e a secretária da Educação, Maria da Graça Ortiz, participarão de reunião no Ministério da Educação para tratar sobre a implantação do campus em Espumoso.

Etiquetas:, , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *