São Leopoldo – Deputada Zilá participa de audiência pública “Todos contra o crack”

6 anos atrás
56 Views

A Câmara de Vereadores de São Leopoldo realizou na tarde de terça-feira (10), a audiência pública “Todos contra o crack” na sede da casa legislativa. A população lotou o auditório, assim como entidades representativas que apoiam o combate as drogas, demonstrando a preocupação de todos com o tema.

A deputada Zilá Breitenbach (PSDB) participou do evento. “Fiquei muito contente com o que vi em São Leopoldo. Uma comunidade unida em prol de um objetivo: prevenir o uso de drogas. Vi representantes de todos os partidos políticos, as secretarias municipais representadas, BM, Polícia Civil, MP, entidades religiosas, instituições e pessoas que trabalham o tema em suas comunidades. Assim, através de ações concretas, é possível realizar um trabalho preventivo, evitando em um futuro próximo dispender um grande volume de recursos em tratamentos de recuperação que nem sempre tem resultados positivos”, explica Zilá.

Atualmente o RS conta com 1260 leitos de saúde mental integral em hospitais gerais em todo o estado, 568 vagas em Comunidades Terapêuticas contratualizadas e 160 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) destinados à atenção integral de usuários com transtorno psíquicos graves, incluindo cuidado voltado a usuários com problemas relacionados ao uso, abuso e dependência de álcool e/ou outras drogas.

“A estrutura existente hoje no estado não é suficiente para atendermos o grande número de usuários de drogas. Neste contexto, a família representa um papel decisivo para que desde cedo o tema seja abordado dentro de casa, para que as crianças de hoje não sejam futuros usuários de drogas. Prevenção! É o que precisamos”, enfatiza a parlamentar.

A deputada ainda lembrou que os altos índices de criminalidade e a violência estão relativamente ligados ao uso crescente e alarmante de drogas ilícitas. “Como coordenadora da Frente Parlamentar em Defesa das Vítimas de Violência do RS, não posso deixar de falar que a criminalidade e a violência aumentam na proporção em que se amplia o número de usuários de drogas. Todos são vítimas, os usuários e as famílias. Todos sofrem. Há seis anos abordo a questão da prevenção do uso de drogas, e quando vejo fóruns de debate como este que participei em São Leopoldo, renovo minhas energias para continuar lutando”.

 

Bethania Haas Loblein
MTB 10359

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *