Fetreli pode tornar-se patrimônio Cultural do RS

8 anos atrás
28 Views

Deputados Zilá Breitenbach (PSDB) e Jerônimo Goergen (PP) encaminham projeto de lei com proposição

Durante visita aos gabinetes dos deputados Zilá Breitenbach (PSDB) e Jerônimo Goergen (PP), na Assembléia Legislativa, o prefeito de Três Passos Cleri Camilotti, solicitou aos parlamentares a apresentação de Projeto de Lei que declara a Feira Trespassense do Livro como patrimônio Cultural do RS. A Fetreli é um marco cultural da região Celeiro do Estado, sendo a feira do livro mais antiga do RS, fundada em 1973. Acontecendo de forma ininterrupta até hoje, a Fetreli já disponibilizou mais de 500 mil livros à comunidade, sendo um evento de congregação entre sociedade, professores, alunos e poder público.

A Fetreli já recebeu manifestação da Associação dos Municípios da Região Celeiro do RS (AMUCELEIRO) para se tornar a feira oficial da região. O deputado Jerônimo Goergen (PP) vê com satisfação o empenho da prefeitura de Três Passos e está empenhado em transformar o pleito em realidade: “É com orgulho que acompanhamos o sucesso de um evento tão importante para a formação de jovens como é a Fetreli. Tenho certeza que ao encaminharmos o projeto de lei, o parlamento gaúcho saberá identificar a importância da feira para toda a região Celeiro e declará-la como patrimônio Cultural do RS”, diz Jerônimo Goergen.

Para a deputada Zilá Breitenbach (PSDB), prefeita de Três Passos por dois mandatos, “sabemos da importância da Fetreli não só para o município como para a Região. Temos que valorizar e incentivar a leitura. A feira, conhecida como uma das mais antigas do interior gaúcho é considerada “marco cultural” da Região Celeiro. Ganhou, no ano passado, o prêmio FATO LITERÁRIO 2009, na categoria Voto Popular. Com certeza o parlamento vai reconhecer a importância deste evento para o nosso Estado.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *