Zilá participa da abertura da Expofeira em Três de Maio

10 anos atrás
32 Views

A deputada Zilá Breitenbach participou no sábado (25), da abertura da XI Expofeira do Agronegócio realizada no município de Três de Maio. Neste ano, o evento tem como tema O Leite Gerando Desenvolvimento.

Na ocasião, a governadora Yeda Crusius anunciou a viabilização da construção de acesso asfáltico ligando a BR-472 à futura Universidade da Sociedade Educacional Três de Maio (Setrem). Para execução da obra, foi firmado convênio entre o Daer e a prefeitura de Três de Maio. Está previsto o investimento de R$ 2,9 milhões, divididos entre R$ 2,32 milhões do Daer (80%) e R$ 580 mil (20%) de contrapartida da prefeitura. O Orçamento 2009 do governo do Estado reserva R$ 300 mil para celebração do convênio.

Também na abertura da feira foi assinado o protocolo de intenções entre o governo do Estado – através das secretarias da Educação e das Obras Públicas – com a prefeitura do município para recuperação geral do Ginásio de Esportes do Instituto Estadual de Educação Cardeal Pacelli que há 2 anos estava sem uso. As obras deverão incluir substituição da estrutura metálica e da cobertura, iluminação da quadra, troca de pisos, revestimentos e pinturas.

Outra ação do governo do Estado em Três de Maio foi a entrega de donativos a municípios que vêm sofrendo os efeitos da estiagem. Foram entregues 3.560 cestas básicas, 1.080 filtros de água e 3.600 mosquiteiros para 20 municípios pertencentes à Regional de Defesa Civil 5. As localidades afetadas pela falta de chuva fazem parte da região Norte do Rio Grande do Sul.

Na Expofeira, a governadora enumerou alguns dos projetos que o Estado vem desenvolvendo para evitar perdas na agricultura em consequência de estiagens. Com esta meta, foi criado o programa estruturante Irrigação é a Solução, do qual fazem parte, por exemplo, as barragens Jaguari e Taquarembó, em construção na bacia hidrográfica do rio Santa Maria e que somam investimentos de R$ 106 milhões. Incluindo-se a construção dos canais, de cerca de 35 quilômetros cada, o aporte de recursos chega a R$ 165 milhões – 30% do Tesouro do Estado e 70% do governo federal.

Também foi planejada pelo governo estadual – por meio da Secretaria Extraordinária da Irrigação e dos Usos Múltiplos da Água – a construção de 8 mil microaçudes e cisternas, conforme a demanda dos agricultores. O projeto é executado em parceria entre o Estado (40%), as prefeituras (40%) e os produtores rurais (20%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *